segunda-feira, agosto 21, 2006

das férias



Em si
são breves ondas rebeldes de crista branca
a desfazer as últimas pegadas na praia
repentinamente cinzenta. O resto
sou eu que acrescento. O resto é um cadinho
onde fundi o sol com a perícia de um artesão
e o derramei sobre as pregas que o dia-a-dia
vinca nos sonhos. Por exemplo, neste de te olhar nos olhos
e te estender a mão.


...

Sem comentários:

Arquivo do blogue

mail